89 militares depõem nesta quarta-feira à Polícia Federal sobre os atos de 8 de janeiro – Notícias



A Polícia Federal ouve nesta quarta-feira (12) ao 89 militares sobre os atos extremistas de 8 de janeiro, quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e depredadas. Os depoimentos estão sendo prestados na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.


O R7 apurou que Gustavo Dutra de Menezes, que estava à frente do Comando Militar do Planalto na ocasião, é um dos três generais ouvidos. Ele depôs pela manhã.



Menezes foi exonerado do cargo nessa terça-feira (11) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) — e foi nomeado, no mesmo ato, quinto subchefe do Estado-Maior do Exército.


Em 27 de fevereiro, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu que a Corte vai processar e julgar os atos extremistas, independentemente de os investigados serem civis ou militares.


Na época, Moraes também autorizou a abertura de uma investigação para apurar a autoria de eventuais crimes cometidos por integrantes das Forças Armadas e das Polícias Militares relacionados à depredação do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do STF.



O ministro explicou que o Código Penal Militar não tutela a pessoa do militar, mas a dignidade da própria instituição. De acordo com Moraes, a Justiça Militar da União não tem competência para processar e julgar militares das Forças Armadas nem dos estados pela prática dos crimes ocorridos em 8 de janeiro.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *