Ao faturar em cima da picanha, Lula e o PT imitam os “gigolôs de boi”



A carne bovina deve fechar 2023 com deflação, uma queda de preço em torno de 10%. O motivo, contudo, passa longe de quaisquer méritos do governo, e não tem nada a ver com a propaganda de ministros de Lula e do Partido dos Trabalhadores (PT) de que seria resultado de políticas públicas, culminando no cumprimento precoce de uma promessa de campanha.

A redução do preço da carne bovina é na verdade um movimento sazonal, ligado ao ciclo pecuário, que leva anos para inverter uma tendência. Os bois que chegam ao abate agora, e que pressionam as cotações para baixo, nasceram há mais de 30 meses. Os petistas tentam colher o que não plantaram. Na pecuária, é um comportamento parecido com os chamados “gigolôs de boi”: criadores preguiçosos, que apenas jogam o boi no pasto, sem alimentação suplementar, sem remédios, vacinas ou maiores cuidados. E depois de algum tempo aparecem para “colher” o resultado: qualquer grama a mais de carne, é lucro.



Source link