Após saída de Mantega, crítico do Pix é nomeado para transição


Como você se sentiu com essa matéria?

O economista e professor universitário Marcio Pochmann
O economista e professor universitário Marcio Pochmann| Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil / Arquivo

O economista e professor universitário Marcio Pochmann foi nomeado para integrar a equipe de transição no grupo de trabalho Planejamento, Orçamento e Gestão na quinta-feira (17). A participação de Pochmann nos trabalhos da mudança de governo foi anunciada no mesmo dia que o ex-ministro Guido Mantega pediu para deixar o mesmo grupo.

Em 2020, Pochmann fez uma postagem com críticas ao Pix nas redes sociais. “Com o Pix, BACEN concede +1 passo na via neocolonial a qual o Brasil já se encontra ao continuar seguindo o receituário neoliberal. Na sequência vem a abertura financeira escancarada com o real digital e a sua conversibilidade ao dólar. Condição perfeita ao protetorado dos EUA”, afirmou.

Postagem de  Pochmann sobre o Pix feita em 2020. Foto: Reprodução
Postagem de Pochmann sobre o Pix feita em 2020. Foto: Reprodução

Filiado ao PT, Pochmann foi presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) entre 2007 e 2012, nas gestões de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), presidente eleito, e da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Na sequência, presidiu a Fundação Perseu Abramo – entidade ligada ao partido – de 2012 a 2020.

Ele também foi secretário municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade de São Paulo entre 2001 e 2004. Desde 2020, ele é o diretor-presidente do Instituto Lula. Segundo informações da entidade, o mandato segue até 2023.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *