Boca seca com frequência? Veja o que significa e como lidar com esse problema

[ad_1]

A boca seca é um distúrbio na salivação que pode ser causado por vários fatores. Algumas das principais causas da boca seca são a má higiene oral, o consumo excessivo de café ou chá, o uso de certos medicamentos e doenças como diabetes ou Síndrome de Sjögren (Distúrbio do sistema imunológico caracterizado por olhos secos e boca seca). Alguns dos principais sintomas da boca seca são a sensação de ardência, a dificuldade para engolir, falta de saliva e mau hálito. A boca seca pode ser tratada em consultório odontológico com eletroestimulação de glândulas através de laserterapia, hidratação adequada, cuidados com a higiene oral e uso de produtos lubrificantes específicos.

Por que a boca seca é um problema?

A cirurgiã-dentista e especialista em saúde bucal Dra. Bruna Conde explica que além de causar os sintomas mencionados acima, a boca seca também aumenta o risco de gengivite (doença da gengiva), cárie dentária e infecções bucais, como candidíase.

A boca seca também pode dificultar o uso de dentaduras.

Como é tratada a boca seca?

O tratamento para boca seca depende do que está causando o problema.

A maneira mais eficaz de lidar com a boca seca é identificando a origem. Se for decorrente de medicamentos, pode ser necessário trocar de prescrição ou ajustar dosagens. Em caso de glândulas salivares reduzidas, o cirurgião dentista capacitado pode realizar estimulação das glândulas com aparelhos modernos e indolores.

Mas se a condição médica que causa a boca seca não puder ser alterada – por exemplo, se a glândula salivar tiver sido danificada ou for resultado de uma doença em si, como síndrome de Sjögren, doença de Alzheimer- o tratamento focará em maneiras de aumentar o fluxo de saliva.

Boca seca pode causar cáries
A saliva não apenas ajuda a digerir os alimentos e possibilita mastigar e engolir, mas também é o limpador natural da boca. “Sem saliva, a cárie dentária e a doença gengival são mais prováveis. Se você tem boca seca, para combater a cárie dentária e a doença da gengiva, você precisa ter cuidado extra ao seguir bons hábitos de higiene bucal.” indica a Dra. Bruna Conde.

Existem cremes dentais, enxaguantes bucais e géis hidratantes apenas para boca seca; pergunte ao seu dentista sobre eles. E existem produtos que pioram a salivação.

O que posso fazer para controlar a boca seca?
Você também pode tentar estas outras etapas, que podem ajudar a melhorar o fluxo de saliva:

• Chupe balas sem açúcar ou masque chicletes sem açúcar, especialmente os com xilitol.
A mastigação ajuda a estimular o fluxo de saliva. “Mas lembre-se de mascar no máximo 20 minutos e evite utilizar muitas vezes ao dia.” alerta a dentista.

• Beba muita água para ajudar a manter a boca úmida e soltar o muco. Leve água com você para beber durante o dia e mantenha a água ao lado da cama à noite.

• Escove com um creme dental com flúor. Evite enxaguantes bucais comerciais ou enxaguantes que contenham álcool ou peróxido. Esses ingredientes vão secar ainda mais sua boca.

• Respire pelo nariz, não pela boca, tanto quanto possível. Existe tratamento para respirador bucal.

• Use um vaporizador de ambiente para adicionar umidade ao ar do quarto.

• Umedeça os alimentos com caldos, sopas, molhos, cremes e manteiga. Coma alimentos macios e úmidos, frescos ou em temperatura ambiente.

• Evite alimentos salgados, alimentos secos (como biscoitos, torradas, biscoitos, pães secos, carnes/aves/peixes secos, frutas secas e bananas) e alimentos e bebidas com alto teor de açúcar.

• Evite bebidas com álcool ou cafeína (como cafés, chás e bebidas que contenham chocolate). O álcool aumenta a perda de água ao desencadear micção frequente. O álcool, assim como a cafeína, também resseca a boca.

• Evite fumar.

Uma boca seca pode gerar muito desconforto e atrapalhar o seu bem-estar em geral. Por isso, não deixe de buscar ajuda profissional, visite seu dentista de confiança. O dentista deve ser apto e atualizado, pois cada vez mais temos novos produtos no mercado com promessas milagrosas. Invista em produtos e profissionais de qualidade.” Finaliza a Dra. Bruna Conde.

Foto Destaque: Reprodução



[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *