Caixa faz exposição cultural com Arthur Lira em lata de lixo


A Caixa Cultural — que faz parte da Caixa Econômica Federal — expõe, desde a terça-feira 17, uma mostra que traz o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), dentro de uma lata de lixo.

Ao lado do deputado alagoano, está a senadora Damares Alves (Republicanos-DF) — ex-ministra dos Direitos Humanos da gestão Jair Bolsonaro — e o ex-ministro da Economia Paulo Guedes.

A informação foi noticiada pelo site Poder360 e confirmada por Oeste no perfil oficial da autora, Marilia Scarabello. Até o início da tarde desta segunda-feira, 23, a página de Marilia era aberta ao público, mas, depois, o endereço foi privado.

Foto: Reprodução/Instagram/Edição Revista Oeste

A imagem de Arthut Lira ao lado de Damares e Guedes faz parte da obra “Bandeiras”, uma das obras que compõe a exposição “O Grito!”.

O evento estava disponível gratuitamente para o público, entre terça e domingo em Brasília, e tinha o patrocínio da própria Caixa Econômica Federal e do governo federal.

Hoje, em nota, a Caixa informou que decidiu suspender a exposição por considerá-la uma “manifestação com viés político”.

“Considerando que foi identificada na obra em questão manifestação com viés político, o que fere as diretrizes do programa, a Caixa decidiu suspender a referida exposição”, comunicou a estatal.

Além disso, o banco informou que a exposição foi selecionada pelo programa de ocupação de espaços da Caixa Cultural 2023/2024.

“A direção do banco informa ainda que determinou apuração de responsabilidade pelos órgãos internos”, concluiu. Procurada por Oeste, a equipe de Lira informou que ele não vai se manifestar sobre o episódio.

Desde julho deste ano, o comando da Caixa e de suas principais diretorias são negociadas pelo presidente Lula com Lira. A presidência da estatal foi ofertada pelo Palácio do Planalto ao centrão quando o grupo entrou oficialmente na Esplanada. Contudo, o petista dá indícios de que vai continuar segurando as indicações para o banco.





Source link