Copel inaugura centro de operação

[ad_1]

O centro passou por um grande projeto de modernização do sistema de supervisão e controle de usinas

A Copel inaugurou na terça-feira (20) as novas instalações do Centro de Operação de Geração e Transmissão (COGT) da companhia, em Curitiba. As equipes que atuam no centro são responsáveis por comandar de forma remota e centralizada, 24 horas, as dezenas de usinas e subestações e milhares de quilômetros de linhas de transmissão de energia da empresa. A cerimônia de inauguração dessas novas instalações aconteceu simultaneamente em Curitiba e Foz do Iguaçu.

Na década de 1950, a Copel foi pioneira na operação à distância de usinas no Brasil. Em 1972, a empresa já contava com um Centro de Operação do Sistema. Mais tarde, em 2001, foi criado o Centro de Operação de Geração e, em 2013, essas estruturas foram unificadas no COGT que passou a coordenar a operação das instalações de transmissão de energia a teleoperação de usinas e sistemas associados. Em 2016, a Companhia adotou também a operação remota e centralizada no COGT das subestações localizadas em diferentes regiões do Paraná. O COGT funcionava desde 2013 em outra propriedade da Copel em Curitiba e, este ano, ganhou a sede nova, no maior polo da empresa, no bairro Mossunguê. O centro passou também por um grande projeto de modernização do sistema de supervisão e controle de usinas, linhas e subestações que integrou as diferentes plataformas usadas até então e centralizou o armazenamento de dados.

Atualmente, o COGT conta com a atuação de aproximadamente 80 profissionais experientes e altamente capacitados nas atividades de engenharia de operação, hidrologia, estudos elétricos, análises de ocorrências no sistema, apuração de dados de geração e transmissão, programação de manutenções com paradas de máquinas e desligamento de rede, além de estudos para entrada de novas subestações e linhas de transmissão no Sistema Interligado Nacional.

Durante a evento, a Copel celebrou também a entrada em operação comercial do Complexo Eólico Jandaíra, iniciada em outubro deste ano – mais de dois anos antes do início do prazo previsto nos contratos de venda de energia firmados em 2019, quando a companhia venceu o leilão de concessão do empreendimento promovido pela Aneel. O complexo fica no Rio Grande do Norte e tem 26 aerogeradores com potência total de 90,1 MW, operados à distância, a partir do COGT. “Todos os investimentos que a Copel tem feito são sempre visando aumentar a competitividade da empresa para se manter entre as melhores do setor elétrico brasileiro”, afirmou Daniel Slaviero, presidente da companhia. Com a conclusão dessa obra, a Copel avança no crescimento focado em energias renováveis, explorando a principal fronteira de geração eólica do país, com mais de 1 gigawatt de potência instalada em 47 parques eólicos. 

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *