Copel vai investir R$ 2,1 bilhões em 2023

[ad_1]

A Copel é a maior empresa do Paraná, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL

A Copel se prepara para investir R$ 2,1 bilhões em geração, transmissão e distribuição de energia em 2023. A maior parte do investimento destina-se à área que atende o consumidor final – a distribuição de energia no Estado. A rede de distribuição da empresa, que atende 393 dos 399 municípios do Paraná, receberá 86% dos recursos – R$ 1,8 bilhão – para ampliação e melhorias. “Aprovamos um plano robusto de investimentos que vão intensificar a modernização e a ampliação da rede de distribuição da Copel. São obras que incrementam a qualidade de fornecimento de energia, contribuem para o desenvolvimento do estado e ajudam a Copel a consolidar o posto de melhor empresa de energia elétrica do Brasil”, afirma o presidente da companhia, Daniel Slaviero. A Copel é a maior empresa do Paraná, de acordo com o ranking 500 MAIORES DO SUL.

O principal foco dos investimentos da Copel é o Paraná. “Na prática os investimentos vão proporcionar mais conforto e qualidade de vida para a população. São milhares de quilômetros de redes, subestações e reforço nas nossas estruturas. Essas obras beneficiam tanto quem está na cidade como quem está no campo. Continuaremos a trabalhar para fornecer a energia de melhor qualidade do Brasil”, complementou Slaviero.

Na área de distribuição de energia, os investimentos para o período de 2019 a 2023 somam R$ 6,6 bilhões. Parte desse valor está sendo aplicada no Paraná Trifásico, programa que está substituindo a rede rural atual por uma rede mais moderna, trifaseada, com cabos protegidos e capacidade de comunicação remota. Com a iniciativa, a Copel melhora a qualidade no fornecimento de energia para o campo, renova seus ativos e contribui para o desenvolvimento do setor agrário paranaense, um dos mais competitivos do País. Ao todo, serão R$ 3 bilhões em obras no programa. Até agora, o programa entregou mais de 10 mil quilômetros de redes trifásicas, o que representa mais de 40% do total concluído em todas as regiões do estado.

Outra iniciativa que está recebendo uma parcela importante dos investimentos da Copel é o programa Rede Elétrica Inteligente, que está promovendo uma automatização sem precedentes na rede elétrica do Estado. “É o maior programa de smart grid no Brasil”, pontua o presidente da Copel. “Somente na primeira fase, 151 municípios das regiões Leste, Centro-Sul, Sudoeste e Oeste estão recebendo a rede de distribuição de energia automatizada”.

O investimento nesta primeira etapa, de R$ 820 milhões, está levando a nova tecnologia para 4,5 milhões de paranaenses, em unidades residenciais e empresas urbanas e rurais. Até agora foram substituídos 430 mil medidores em 73 municípios. Com o novo sistema, as unidades consumidoras estão recebendo medidores digitais, que se comunicam diretamente com a central de operação da Copel. A tecnologia reduz o tempo de desligamento provocado por intempéries e outros fatores externos ao sistema. Além disso, torna possível a leitura de consumo à distância e permite que o cliente tenha autonomia para monitorar seu consumo de energia em tempo real, entre outros benefícios. Com o Rede Elétrica Inteligente, a leitura do consumo será online, e os clientes poderão acompanhá-la no telefone celular, em tempo real, por meio do aplicativo da Copel.

A Copel vai investir também R$ 274,9 milhões em geração e transmissão de energia no próximo ano. Grande parte será aplicada em usinas hidrelétricas e eólicas, como o Complexo Jandaíra, que receberá R$ 7 milhões em investimentos. Também serão destinados R$ 15 milhões a pequenas centrais hidrelétricas e R$ 6,6 milhões à modernização de usinas. No setor de transmissão a Copel prevê investir R$ 100 milhões na melhoria e modernização das linhas.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *