Cuba limita saques em dinheiro e transferências para pessoas físicas – Notícias



A imprensa oficial de Cuba anunciou nesta quinta-feira (12) que o BCC (Banco Central de Cuba) decretou limites aos saques diários e mensais em dinheiro e transferências eletrônicas para contas de pessoas físicas em pesos cubanos e moeda estrangeira.


A medida — que já tinha sido antecipada pelo Banco Metropolitano de Havana as clientes nesta semana — foi justificada como uma “prática internacional”.


Os limites de saques e transferências, que geraram controvérsia, serão de até 80 mil pesos cubanos por dia (cerca de R$ 16.690) e um máximo de 120 mil pesos por mês (mais de R$ 25.440).


Quanto às contas em Moeda Livremente Conversível (MLC) — a moeda virtual de Cuba com suporte em moeda estrangeira —, as restrições chegam a 1.000 por dia e até 5.000 por mês, de acordo com a nota do BCC.



A autoridade monetária sublinhou que, para obtere mais do que o montante estabelecido, as pessoas físicas interessadas devem fazer a solicitação presencialmente. O BCC especificou que não há limitação para o pagamento de serviços, como reservas em instalações turísticas ou pagamentos a entidades jurídicas e outros agentes econômicos.


A medida também não inclui transações entre entidades jurídicas e outros agentes econômicos a partir de contas empresariais.


Existem duas taxas de câmbio oficiais em Cuba: uma para empresas, de 24 pesos por dólar, e a estabelecida para pessoas físicas, de 120 pesos por dólar.


Existe também uma terceira taxa de câmbio informal, na qual a moeda americana foi cotada nesta quinta-feira a 165 pesos, de acordo com o cálculo diário do portal independente El Toque, o indicador de referência para os economistas e transações desse tipo nas ruas.




Putin e presidente de Cuba inauguram estátua de Fidel Castro em Moscou






Source link