Lula salário mínimo
Aumento para R$ 1.320 ficou abaixo do esperado segundo a CUT sobre o reajuste anunciado pelo presidente Lula.| Foto: José Cruz/Agência Brasil

O aumento do salário mínimo anunciado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta quinta (16), de R$ 1.320 a partir de maio, foi criticado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT). A entidade diz que o valor real deveria ser de R$ 1.382,71 segundo cálculos do Dieese em relação ao Programa de Valorização do Salário Mínimo.

A entidade diz, ainda, que “não foi consultada e nem ouvida” a respeito do novo valor. No anúncio desta quinta (16), Lula diz que o reajuste para R$ 1.320 já está “combinado com o Ministério do Trabalho, com o ministro [Fernando] Haddad [da Fazenda]”.

“A Central Única dos Trabalhadores, que conhece
os direitos e representa a maioria dos trabalhadores e trabalhadoras
brasileiros, sabe que esse aumento não é o esperado nem suficiente. Não iremos
nos contentar com a proposta atual nem aplaudir quem nos está lesando”, disse
Sérgio Nobre, presidente da CUT, em nota à imprensa.

O valor de R$ 1.382,71 defendido pela CUT representa uma valorização de 6,2%, segundo a entidade.