Depois de manifestantes atearem fogo em carros e ônibus, polícia fecha Esplanada dos Ministérios – Notícias

[ad_1]


Em meio a incêndios de carros e ônibus, além de quebradeira de equipamentos públicos nas proximidades da sede da Polícia Federal (PF) na Asa Norte, em Brasília, a Polícia Militar do DF fechou, preventivamente, o acesso à Esplanada dos Ministérios.


O ato em frente à sede da PF, segundo parte dos manifestantes, foi organizado como protesto à prisão do cacique Tserere, um líder indígena que questiona o resultado das eleições deste ano.



Por volta de 20h40, os manifestantes começaram a atear fogo aos carros estacionados no Setor Hoteleiro Norte. Pelo menos três veículos já foram incendiados.



Um carro da Defesa Civil e um ônibus também foram depredados no local. Os passageiros do ônibus foram obrigados a sair do veículo pelos manifestantes, que colocaram fogo no coletivo.



Comerciantes do Setor Hoteleiro Norte fecharam os estabelecimentos em meio à confusão, que acontece próxima aos prédio do portal Metrópoles e da TV Globo.


Policiais foram acionadas para intensificar o policiamento no hotel onde o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), está hospedado. Também há manifestantes próximos ao local, que fica em frente à Torre de TV, monumento turístico da capital federal.



Mais cedo, os manifestantes quebraram as janelas de diversos carros com pedras.


O grupo continua com os protestos mesmo com a chegada da polícia, que reagiu com balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo.


A via que vai da Asa Sul rumo à L2 Norte, em frente ao Brasília Shopping, também está fechada por conta do protesto.


Às 22h30, Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou que a segurança foi reforçada em todos os locais. 


Confira íntegra da nota:


“A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) informa que as forças de segurança reforçaram a atuação, em toda área central do capital, para controle de distúrbios civis, do trânsito e  de eventuais incêndios. As ações começaram em frente ao edifício-sede da Polícia Federal (PF), em decorrência do cumprimento de mandado de prisão, e se estenderam para outros locais da região central.


Como medida preventiva, o trânsito de veículos na Esplanada dos Ministérios, na Praça dos Três Poderes e outras vias da região central está restrito até nova mudança de cenário, após avaliação de equipe técnica. A recomendação dos órgãos de trânsito é a de que os motoristas evitem o centro da cidade.


Destacamos, por fim, que as imediações do hotel em que o presidente da república eleito está hospedado tem vigilância reforçada por equipes táticas e pela tropa de choque da Polícia Militar do Distrito Federal.”

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *