Em carta-convite a Lula, Milei abaixa tom e fala em compartilhar atuação e laços entre os países – Notícias

[ad_1]


O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, defendeu a continuidade, entre o país dele e o Brasil, da promoção à integração física, ao comércio e à presença internacional conjunta. A avaliação foi feita em uma carta-convite ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a cerimônia de posse, em 10 de dezembro. O documento foi entregue pessoalmente neste domingo (26) pela deputada eleita e futura chanceler do país vizinho, Diana Mondino, ao ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira. A organização da viagem foi feita sob sigilo.



Vieira disse que Lula ainda não tem ciência do documento e que o entregaria ao presidente ainda neste domingo. Não havia previsão de o brasileiro participar da posse, depois que o então candidato à Presidência da Argentina insultou Lula várias vezes durante a campanha. Milei também convidou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para a posse. Conforme o chanceler brasileiro, serão analisadas as possibilidades de o chefe de Estado comparecer ao evento.


Na carta, Milei diz que os dois países estão “intimamente ligados pela geografia e pela história” e desejou que a continuidade dessa ação conjunta possa se traduzir em laços, crescimento e prosperidade para argentinos e brasileiros. “Sei que você conhece e valoriza plenamente o que este momento de transição significa para o percurso histórico da República Argentina, de seu povo e, naturalmente, para mim e para a equipe de colaboradores que me acompanharão na próxima gestão do governo”, escreveu.


• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo Telegram

• Assine a newsletter R7 em Ponto


“Estou convencido de que uma mudança econômica, social e cultural, baseada nos princípios da liberdade, irá posicionar-nos como países competitivos nos quais os seus cidadãos poderão desenvolver as suas capacidades ao máximo e, assim, escolher o futuro que desejam”, diz o texto.


Ao fim da carta, Milei diz esperar que a passagem pela posse seja uma etapa de trabalho frutífero e de construção de vínculos entre os países. “Esperando que você possa me encontrar nessa próxima ocasião, receba meus cumprimentos, com estima e respeito.”

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *