Exército de Israel aumenta para 239 contagem de sequestrados pelo Hamas – Notícias



O Exército de Israel elevou neste domingo (29) para 239 o número de pessoas sequestradas para a Faixa de Gaza pelo grupo islâmico palestino Hamas após os ataques de 7 de outubro contra o território israelense, nos quais morreram mais de 1.400 pessoas.


• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo Telegram


Em entrevista coletiva, o porta-voz militar israelense, contra-almirante Daniel Hagari, afirmou que são “239 sequestrados, entre eles civis que são trabalhadores estrangeiros, cuja identidade é difícil de precisar, assim como a comunicação com as famílias”.


O último número de reféns fornecido por Israel havia sido 230, informou o Exército no sábado. “Continuamos os nossos esforços para coletar e atualizar informações.”



O número de pessoas desaparecidas continua diminuindo e agora é de 14, e seu paradeiro é desconhecido neste momento”, explicou Hagari.


Sobre a situação da guerra na Faixa de Gaza, Hagari reiterou o apelo à população do norte do enclave e da cidade de Gaza para que se desloque para o sul, a fim de evitar os danos causados pelos confrontos entre as tropas israelenses e os milicianos do Hamas, assim como pelos bombardeios aéreos.


De acordo com os números divulgados neste domingo pelo Ministério da Saúde da Faixa de Gaza — controlada pelo Hamas —, mais de 8 mil pessoas foram mortas e quase 19 mil ficaram feridas pelos bombardeios israelenses desde 7 de outubro.


“Este é um pedido urgente e ressaltamos que ao sul do rio Gaza existem as condições que permitem que essas pessoas consigam medicamentos, alimentos e água até o sul”, garantiu Hagari. 




Source link