Governo assina reajuste de 9% para servidores federais – Notícias





O governo federal oficializou nesta sexta-feira (24) o acordo de reajuste de 9% no salário e de 43,6% no auxílio-alimentação (de R$ 458 para R$ 658) de servidores públicos federais. Os novos valores foram negociados com entidades representativas e vão custar R$ 11,2 bilhões aos cofres públicos. 





Para entrar em vigor, o acordo precisa ser aprovado, por meio de um projeto de lei, pelo Congresso Nacional, porque modifica a lei orçamentária já aprovada pelo Legislativo.


O Executivo negocia a aprovação da nova legislação, e a intenção do governo federal é começar a pagar os reajustes a partir de maio. O aumento no auxílio-alimentação foi concedido por meio de portaria, também assinada nesta sexta (24), pela ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck.





A proposta de recomposição de 9%, que contempla servidores ativos, aposentados e pensionistas da Lei nº 8.112/90, foi oficializada pelo governo federal na terça-feira (14).

   

A princípio, os funcionários pediam aumento de 13,5%. A proposta inicial do Executivo, apresentada em fevereiro, trazia uma recomposição gradual, de 7,8% em março, 8,5% em abril e 9% em maio.





No início de março, porém, o governo recuou e ofereceu 8,4%, o que causou indignação entre as entidades representativas, porque, com o reajuste de 8,4%, o governo não usaria por completo os R$ 11,2 bilhões previstos no Orçamento deste ano para o reajuste dos funcionários do Executivo. Após novas conversas, foi decidido o valor de 9%.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *