Governo do Egito pede à população que coma pés de galinha – Notícias

[ad_1]




O Instituto Nacional de Nutrição do Egito pediu à população do país que passe a consumir mais pés de galinha, um dos tipos de proteína mais baratos que existem. Conhecida como “carne de segunda”, o item é uma alternativa do governo para que o povo do país continue com uma alimentação saudável.


O Egito, por sua vez, sofre com uma terrível crise econômica que inflacionou o preço de itens básicos, como higiene pessoal e comida. De acordo com a CNN, o preço do quilo do frango no Egito passou de 30 pesos egípcios para 70 pesos egípcios em menos de dois anos — um aumento de mais de 100%.


Nas redes socais, o Instituto Nacional de Nutrição fez uma publicação com dicas para o povo do país. Além dos pés de galinha, o governo recomendou outras alternativas para “economizar no orçamento”.


“Está procurando alternativas alimentares ricas em proteína e ao mesmo tempo economizar no orçamento? Existem muitos alimentos bem conhecidos em nível popular e vendidos nos mercados: pés de galinha, casca de arroz com lentilhas amarelas, salada homus com tahine, asinhas de frango fritas e sopa de lentilhas.”





A publicação gerou revolta entre os egípcios, que usaram o próprio post para debochar do Instituto Nacional de Nutrição pelo artigo.


“Brilhante! Esta é aplicação prática do pioneirismo do instituto para mudar conceitos errôneos sobre alimentação. Boa sorte, meu Deus”, ironizou um internauta.


Segundo a Reuters, a crise no Egito foi encabeçada pela pandemia de Covid-19 e agravada pela guerra entre Rússia e Ucrânia. De acordo com a agência britânica, o país do norte da África sofreu o corte de cerca de 40 bilhões de dólares em investimentos desde 2020.



[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *