Governo prevê 170 mil unidades até o fim do ano no novo Minha Casa Minha Vida



O governo federal relança, nesta terça (14), o programa Minha Casa Minha Vida com a pretensão de entregar 170 mil unidades de habitação popular até o final do ano.

Uma cerimônia na cidade de Santo Amaro da Purificação (BA) vai apresentar as novas metas da política assistencial e regras de acesso da população à faixa 1 de valores, que compreende atualmente famílias com renda de até R$ 1,8 mil mensais.

Na ocasião do lançamento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai assinar uma ordem de serviço para retomar as obras de cinco mil unidades em várias regiões do país, segundo o ministro Rui Costa, da Casa Civil. A nova meta do programa foi antecipada por ele em visita à cidade baiana neste final de semana.

Costa visitou as obras de um condomínio que,
diz, foram entregues há seis anos e estavam abandonadas sem uso. São 684
unidades que precisaram ser reformadas, como pintura externa, revisão de
telhados, poda de plantas, limpeza das áreas externas e pavimentação asfáltica.

“Quando estive aqui em janeiro, vi esse condomínio que estava concluído há seis anos, iniciado ainda no governo Dilma, e que foi deixado de lado. Retiraram até a segurança do local e aí furtaram quadro de luz, vaso sanitário, entre outras coisas”, disse o ministro acompanhado do governador Rui Costa e da prefeita Alessandra Gomes.

Novo modelo de gestão das obras

Segundo o ministro Rui Costa, as obras do condomínio em Santo Amaro da Purificação foram retomadas em parceria com o governo baiano, numa nova política que será implantada para as próximas entregas.

“Estamos discutindo uma solução jurídica para que estados e municípios, que são mais rápidos na execução desses serviços de reparos, executem esses serviços. Queremos, até o final do ano, entregar essas 170 mil unidades a que me referi”, concluiu em referência a obras com mais de 90% de conclusão.



Source link