Governo quer usar dinheiro da privatização da Eletrobras para conter conta de luz

[ad_1]

Apagão
O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.| Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil.

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, disse nesta quarta-feira que o governo pode usar cerca de R$ 26 bilhões antecipadamente da privatização da Eletrobras para reduzir a conta de luz dos brasileiros ou impedir que ela aumente.

Segundo ele, o assunto vinha sendo debatido com a empresa e primeiro haverá nova tentativa de sensibilizar a Eletrobras, de quem Silveira criticou o prazo para depositar os recursos.

O montante, disse, será usado para pagar juros de dívidas contraídas nos últimos quatro anos, período da pandemia e da escassez hídrica, os quais impactaram conta de luz da população.

Caso a negociação não avance, o ministro disse que então será apresentada uma proposta ao Congresso via Medida Provisória (MP) até a semana que vem:

“Vou submeter ao Congresso (na MP) a possibilidade de a gente adiantar esses R$ 26 bilhões para minimizar o impacto na tarifa. Seria descontar esses títulos que são da União, são do governo, estabelecidos na Lei da Eletrobras, para que você quite no mercado financeiro essas dívidas, que são a Conta Covid a Conta Escassez Hídrica, que são pagos a juros muito altos, em torno de 12% a 13% ao ano, mais a inflação. É muito caro”, disse o ministro, segundo o Valor Econômico.

As declarações foram feitas durante a abertura do seminário “Mineração e transformação mineral dos minerais estratégicos para a transição energética”.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *