Ibaneis não quer atos de apoio para seu retorno ao cargo –


O governador afastado do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), fez uma postagem no Twitter neste sábado, 18, pedindo que apoiadores não façam atos públicos pela sua volta ao cargo.

Afastado do governo do DF em 9 de janeiro por 90 dias pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeita de omissão e conivência com as manifestações de 8 de janeiro, Ibaneis disse que confia na Justiça.

“Tenho visto que algumas pessoas querem preparar atos públicos de apoio a mim, mas peço que não o façam, que confiem na Justiça como eu confio e que aguardem a apuração dos fatos com a calma e serenidade que o momento exige”, afirmou, na postagem.

Ibaneis disse que, “em respeito à Justiça e para não atrapalhar o curso das investigações sobre os condenáveis atos verificados no dia 8 de janeiro”, tem evitado fazer manifestações públicas. “Continuo aguardando com serenidade a conclusão de todo o processo, confiando na decisão final do Poder Judiciário.”

Em 12 de janeiro, o Plenário do STF, por nove votos a dois, confirmou o afastamento de Ibaneis. Depois que a Polícia Federal apresentou relatório da perícia realizada em seu telefone celular, concluindo que ele não agiu com conivência ou omissão, o governador afastado pediu ao STF, em 9 de fevereiro, a revogação do afastamento e o retorno ao cargo.





Source link