Israel acha manual de terroristas do Hamas para massacre: ‘Mate, envie fotos de assassinatos e ponha fogo’ – Notícias



Matar o máximo de pessoas possível, usar reféns como escudo humano, roubar comida, incendiar o máximo de casas e até poupar a bateria do celular para exibir cadáveres de israelenses. Esses itens são parte de um guia criado pelo comando do Hamas para orientar os terroristas que invadiram Israel e mataram ao menos 1.400 pessoas em 7 de outubro.



O manual foi localizado com corpos de criminosos ou com terroristas presos pelas Forças de Defesa de Israel (FDI), que tornaram público o conteúdo nesta quarta-feira (25). O passo a passo está em árabe, mas foi traduzido para o inglês e divulgado no perfil oficial das Forças Armadas de Israel. 


Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram


Passo 1: junte os reféns


“Reúna os grupos de reféns em vários locais […] quando cada grupo [de terroristas] terminar a purificação [cometer os assassinatos] na área de operação a que foi designado.”


Passo 2: ingresso e controle do perímetro invadido


“Amarre os pulsos e tornozelos de cada refém, agrupe e coloque vendas bem ajustadas em todos. Crie o pânico com o uso das armas de fogo […]. Mate qualquer um que representar uma ameaça ou causar distúrbios.”












Passo 3: segurança













“Localize e retenha os documentos de identidade e demais detalhes dos reféns. Junte alguns dos reféns em uma área e os utilize como escudos humanos, garantindo que eles estejam muito em evidência. Separe e isole [mulheres e bebês de homens].”


Passo 4: mantimentos


“Pegue e armazene o máximo possível de comida e bebida. Não use os próprios mantimentos para alimentar os reféns.”


Passo 5: camuflagem e esconderijo


“Nunca declare o número de sequestradores e das armas que eles posssuem. Não informe a quantidade de feridos ou mortos. Não mencione nenhuma comunicação com o mundo exterior. Esconda o local do cativeiro dos reféns. Ponha fogo no maior número possível de lugares.”


Passo 6: comunicação


“Assegure-se de que você esteja com acesso às comunicações em tempo real entre os grupos e novas ordens no campo de batalha.”


Passo 7: transmissões ao vivo


“Transfira diretamente fotos com o uso das comunicações israelenses com outros terroristas. Não desperdice espaço de memória e a bateria do seu celular, mas espalhe as imagens o máximo que puder.”


Passo 8: negociações


“Não se envolva em negociações no campo de batalha, durante a invasão, se possível.”




Brinquedos, fogo e sangue: veja por dentro casa em Israel, alvo de massacre do Hamas



.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *