JBS inaugura duas fábricas de alimentos no Paraná


A nova planta da JBS na cidade de Rolândia será a mais automatizada da Seara no Brasil e uma das mais modernas da JBS em todo mundo

A JBS inaugurou nesta sexta-feira (27) duas fábricas no complexo industrial na cidade de Rolândia, norte do Paraná. Ocupando um terreno de 257 mil metros quadrados, com 54 mil de área construída, o centro fabril emprega 4.500 colaboradores e permitirá à Seara avançar em sua estratégia de expansão em produtos de valor agregado, em particular no segmento de empanados de frango, em que já detém mais de 30% de participação de mercado, e também no de salsichas, para o qual tem planos ambiciosos. As unidades automatizadas são das mais modernas da marca no país e fazem parte do plano de investimentos anunciado pela JBS em 2019, no valor de R$ 8 bilhões.

“A entrega da expansão desse complexo é bastante significativa para os negócios da JBS e da Seara no Brasil e no mundo. Não só por se tornar uma das plantas mais modernas de nossa produção no país, mas porque representa mais um passo da acertada estratégia de investimentos de longo prazo em nossa plataforma multiproteínas, muito focada em alimentos de alto valor agregado. Seja qual for o produto, queremos oferecer inovação e qualidade para conquistar a preferência do consumidor”, afirma Gilberto Tomazoni, CEO global da JBS.

Nos últimos dois anos, a JBS vem fortalecendo sua posição em produtos de alto valor agregado. Por exemplo, nos mercados europeu e americano, com as aquisições das marcas Sunnyvalley, Pilgrim’s Food Masters e King’s Group, assim como com a construção da fábrica de especialidades italianas da Principe em Missouri, nos Estados Unidos. A expansão do complexo industrial de Rolândia é parte dessa iniciativa. Em março deste ano, uma das fábricas no complexo de Rolândia entrou em operação. Na ocasião, houve o lançamento da nova linha de frangos empanados da Seara. Agora, nesta segunda etapa, a empresa vai mudar o seu patamar no mercado de salsichas.

“Vamos ampliar nossa capacidade de produção de salsichas. A longo prazo, vamos aumentar nosso portfólio e desafiar o mercado a crescer conosco também nesse segmento, como já estamos fazendo com o de empanados de frango. Tudo isso graças à alta tecnologia embarcada nessa planta”, afirma João Campos, CEO da Seara. Antes das novas fábricas, o complexo industrial abrigava cerca de 3.800 funcionários. Com a expansão realizada em 2023, já estão em operação três linhas de produção, sendo duas de empanados e uma de salsichas, acrescentando 700 novos empregos. A planta tem capacidade para expandir ainda mais, contemplando mais sete linhas de empanados e três de salsicha. Essa ampliação será definida de acordo com o crescimento do negócio e a demanda de mercado. Quando isso ocorrer, a unidade chegará a 6 mil empregados.

A produção de salsichas a partir da nova fábrica da JBS em Rolândia será em uma área dedicada de 23 mil metros quadrados. A nova planta da JBS na cidade de Rolândia será a mais automatizada da Seara no Brasil e uma das mais modernas da JBS em todo mundo, compatível com padrões globais de segurança sanitária. Além de responder pelo segundo maior forno de cozimento e defumação de salsichas do mundo (o primeiro fica na Romênia), a fábrica também contará com robôs para as esteiras de produção e de embalagem. Além disso, está habilitada para uso de inteligência artificial e armazenamento de dados em nuvem.

A fábrica também já nasce com protocolos de sustentabilidade, como coleta de águas pluviais, utilização de veículos elétricos para trânsito interno, geração de energia solar no estacionamento dos veículos e reaproveitamento dos resíduos de celulose do processo industrial para transformação em combustível e/ou compostagem, entre outras soluções. A expansão de Rolândia reforça o posicionamento da JBS no estado do Paraná, que já representa um polo importante para as atividades da Companhia. Conforme pesquisa recente realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) via Nereus (Núcleo de Economia Regional e Urbana da Universidade de São Paulo), a JBS, junto com usa cadeia produtiva, movimenta 1,6% do PIB paranaense e contribui para a geração de 2,1% dos empregos no estado. As fábricas paranaenses da Seara contam atualmente com 14 mil colaboradores e mais de R$ 800 milhões em geração de renda, ao ano, considerando somente a folha de pagamento.



Source link