Marcopolo amplia produção e dobra receita trimestral


O destaque do trimestre foi o aumento da participação de mercado no segmento de rodoviários pesados no Brasil, que está associado às atividades de turismo e linhas de longa distância

Com a recuperação da indústria brasileira de ônibus, a Marcopolo registrou a fabricação de 4.079 unidades no terceiro trimestre deste ano, um crescimento de 84,6% em relação ao mesmo período de 2021. O destaque foi o aumento da participação de mercado no segmento de rodoviários pesados no Brasil, que está associado às atividades de turismo e linhas de longa distância. Esse mercado respondeu por 60% da produção da Marcopolo de rodoviários no país, enquanto no terceiro trimestre de 2021 foi de 11%. O cenário de recuperação da produção brasileira de ônibus resultou em uma receita operacional líquida total de R$ 1,5 bilhão no período, um incremento de 100,1% ante o terceiro trimestre de 2021. O valor representou um recorde trimestral para a companhia, com uma demonstração de mudança de ambiente de vendas e confiança dos clientes no pós-pandemia.

O lucro bruto consolidado chegou a R$ 232,2 milhões no terceiro trimestre de 2022, com margem de 15,3%, aumento de 222,5% em relação ao mesmo intervalo do ano passado. O resultado é justificado pelo melhor ambiente de mercado no pós-pandemia, com a evolução do mix de vendas, acréscimo de volumes de produtos com maior valor agregado e recuperação de margens por meio do repasse de custos. “Os resultados demonstram a recuperação da produção na indústria brasileira de ônibus no terceiro trimestre e nos aproxima dos volumes pré-pandemia, comparados ao mesmo período de 2019. A ausência de impactos significativos associados à falta de componentes e de chassis contribuiu com o crescimento acelerado das operações domésticas da Marcopolo. Essa normalização gradual traz boas perspectivas também para o próximo trimestre”, avalia José Antonio Valiati, CFO e diretor de Relações com Investidores da Marcopolo.

Para o segmento de urbanos, as perspectivas da companhia são boas, com investimentos diretos do poder público e a venda de veículos de maior valor agregado, incluindo modelos elétricos e articulados. A exploração de novos modais também é considerada pela empresa, por meio da Marcopolo Rail. As exportações da Marcopolo também mostraram forte reação: foram 1.321 unidades enviadas para o mercado externo, volume que apontou um crescimento de 96% em comparação ao terceiro trimestre de 2021. A companhia prevê a manutenção dos volumes no quarto trimestre com a reabertura do pós-pandemia e vendas incentivadas pelo sucesso do lançamento da Geração 8 de ônibus rodoviários.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *