Marcos Pereira inaugura exposição sobre judeus etíopes na Câmara dos Deputados – Notícias



O deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP) celebrou, nesta terça-feira (19), os judeus da Etiópia durante abertura de uma exposição fotográfica na Câmara dos Deputados em homenagem ao grupo, também chamado de Beta Israel. Pereira, que é o presidente em exercício da Casa durante viagem de Arthur Lira (PP-AL) à Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova York (EUA), afirmou que a mostra faz parte de “esforços realizados no mundo inteiro para que a notável história desse povo seja divulgada”.



Ao lado do embaixador israelense no Brasil, Daniel Zohar Zonshine, o deputado relembrou a trajetória dos judeus etíopes e destacou o acolhimento que Israel ofereceu a eles.


• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram


“Durante mais de 2.000 anos, os judeus habitantes do que hoje é a Etiópia enfrentaram dificuldades para manter a identidade judaica, como perseguições religiosas, discriminação e violência. Nada disso, no entanto, impediu essa comunidade de manter-se fiel ao judaísmo”, afirmou.



De acordo com o deputado, os primeiros contatos com os judeus africanos foram registrados em 1868. “Os Beta Israel não supunham que pudesse haver judeus brancos. Só quando, em meio aos diálogos, surgiu a palavra ‘Jerusalém’, o entendimento começou a ser construído”, contou Pereira.


Segundo o parlamentar, que é presidente do Republicanos, os judeus etíopes foram reconhecidos como uma autêntica comunidade judaica em 1904. Em 1974, foi permitido que fossem beneficiados pela Lei do Retorno, que autorizou que migrassem para Israel.


A partir de 1984, ações de migração e acolhimento dessa população foram promovidas pelo governo de Israel. Lá, de acordo com o deputado, eles obtiveram plena cidadania e receberam apoio financeiro e social.


“A saga dos judeus etíopes que migraram para Israel é o único episódio conhecido na história da humanidade em que negros, pobres e perseguidos partiram da África para uma melhor situação econômica e social, e não para a escravidão. Viva a força da tradição judaica, que atravessa séculos na África e na Europa”, celebrou Pereira.


A mostra


A exposição Homenagem aos Judeus Etíopes, do jornalista Sionei Ricardo Leão, é uma iniciativa da primeira vice-presidência da Câmara e do Grupo Parlamentar Brasil–Israel. Ela fica em cartaz no Corredor Tereza de Benguela, entre o Salão Verde e o Anexo 2 da Casa, de 19 a 29 de setembro. 



Source link