Menina autista consegue autorização para ficar com galo de apoio emocional em hospital no Paraná – Notícias



Depois de anos de espera, Janete conseguiu marcar a cirurgia de redução de mama em Curitiba (PR). Sem ter com quem deixar a filha, diagnosticada há dois anos com autismo, ela pediu ajuda da Defensoria Pública para a criança entrar com um galo no hospital. Paçoca, como a ave é chamada, e Aymee, de 12 anos, são inseparáveis. E essa relação é muito importante para a inclusão dela na sociedade. Já no hospital, o galo se tornou uma grande atração. Veja!



Source link