Ministério da saúde alerta para riscos do uso produtos químicos


Depois de uma onda de relatos sobre intoxicação ocular associado ao uso desses produtos o ministério da saúde se pronunciou sobre os riscos que esses produtos podem causar a saúde e pediu para população ficar atenta as recomendações de uso contidas nos rótulos dos produtos do tipo, sendo que recentemente a ANVISA vem proibido alguns produtos um exemplo recente foi a proibição das pomadas para trançar cabelo depois de serias denúncias de intoxicação.

“É fundamental que os consumidores fiquem atentos às recomendações de uso nos rótulos das pomadas, além de, se possível, checar se o produto tem o aval da Anvisa para ser comercializado”, disse o ministério, em comunicado oficial sobre o assunto.

O ministério da saúde também avisa que o famoso formol bastante conhecido dos salões de beleza brasileiros também não e uma substância permitida para o alisamento de cabelos no país, sendo que de acordo com a Organização Mundial da Saúde, o formol causa câncer em humanos e risco e tanto para a pessoa que aplica o produto quanto para aqueles que usam, sendo que também deve ser ressaltado que segundo a informação do Instituto Nacional do Câncer (Inca) quanto maior a concentração e quanto maior a frequência de uso da aplicação da substancia maior o risco da doença.

No caso especifico do formol o produto pode ter como outras consequências, a irritação no olhos, danos a córnea, e uma queda de cabelos acentuada, além disso existe o risco de efeitos permanentes como asma, espasmos, tosse e edema pulmonar, como se não fosse aviso suficiente efeitos no sistema gastrointestinal ou nas vias respiratórias também pode ser sentido.

“Comerciantes ou barbeiros e cabeleireiros que adicionarem formol a produtos de alisamento capilar cometem infração sanitária, além de se tratar de um crime hediondo”, afirma ministério da saúde em comunicado.

Além disso a mais recente proibição da ANVISA causou muitas reações nas mídias socias onde pode ser visto principalmente reações contrarias a decisão porem algum suporte também pode ser visto.



Foto Destaque: minsaude. Reprodução/Instagram





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *