Ministério da Saúde pagou R$ 1 milhão por evento com ‘batcu’


O Ministério da Saúde desembolsou quase R$ 1 milhão, pelo evento Em Prosa — 1º Encontro de Mobilização da Promoção da Saúde no Brasil, informou, nesta quarta-feira, 10, o jornal O Estado de S. Paulo.

Realizada entre 4 e 6 de outubro, a cerimônia chamou a atenção pela performance erótica Batcu, na qual uma mulher executa uma dança sensual. O hit é baseado na música de Aretuza Lovi, drag queen.

ministério da saúde
A ministra da Saúde, Nísia Trindade, e o presidente Lula, durante a Cerimônia de Lançamento da nova Estratégia para o Complexo Econômico-Industrial da Saúde – 26/09/2023 | Foto: Mateus Bonomi/Estadão Conteúdo

Pela apresentação, o grupo recebeu R$ 2 mil.

Depois do escândalo, criticado por parlamentares de oposição, a pasta afastou o servidor responsável pelo evento, Andrey Lemos, então diretor do Departamento de Prevenção e Promoção da Saúde.

Ministério da Saúde

A Saúde lamentou ainda o episódio, admitindo que a dança foi “imprópria”.

“A programação contou com a participação de sete grupos artísticos nos seus intervalos”, informou a pasta, sobre o ato que ocorreu no intervalo do seminário. “Uma das apresentações surpreendeu pela coreografia inapropriada. O Ministério da Saúde lamenta pelo episódio isolado, que não reflete a política da Secretaria e nem os propósitos do debate sobre a promoção à saúde realizados no encontro, e adotará medidas para que não aconteça novamente.”

Leia também: “O novo racismo”, artigo publicado na Edição 185 da Revista Oeste



Source link