Ministério Público Federal pede informações sobre falhas no sistema prisional no RN – Notícias

[ad_1]


O Ministério Público Federal (MPF) solicitou informações atualizadas sobre o sistema prisional do Rio Grande do Norte a diversos órgãos que atuam na segurança pública. O estado potiguar enfrenta uma onda de violência desde o início desta semana. As ações criminosas são organizadas por uma facção que critica as condições dos presídios do estado.


O Governo do Rio Grande do Norte criou um gabinete de crise para lidar com os atentados. O número de cidades atacadas chegou a 38, mesmo com a presença da Força Nacional.



Em documento enviado ao Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, o MPF solicita acesso ao último relatório de vistoria realizada pela instituição, que aponta falhas no sistema penitenciário no Rio Grande do Norte.


Pânico


Com o temor gerado pelos ataques na Região Metropolitana de Natal e no interior, alguns municípios recolheram as frotas do transporte público por dois dias seguidos para evitar que mais veículos fossem incendiados.


Universidades públicas, como a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), além escolas particulares do estado, suspenderam as aulas. Em Natal e Mossoró, unidades de saúde ficaram fechadas e o serviço de coleta de lixo foi suspenso.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *