No primeiro dia do G20, Lula discute meio ambiente e encontra príncipe que deu joias a Bolsonaro – Notícias

[ad_1]


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participa neste sábado (9), em Nova Delhi, na Índia, de duas reuniões da cúpula do G20, grupo formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia. Neste primeiro dia, os líderes dos países vão discutir temas como desenvolvimento sustentável, transição energética, mudanças climáticas, crescimento inclusivo e progresso nos objetivos de desenvolvimento sustentável. Além disso, o presidente se encontra com líderes como o príncipe herdeiro e primeiro-ministro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman, que deu joias ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).



A cúpula do G20 vai ser realizada ao longo deste fim de semana. O grupo é formado por África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, Turquia e União Europeia. Para o encontro, também foram convidados Bangladesh, Egito, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Ilhas Maurício, Nigéria, Omã, Países Baixos e Singapura.


• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram


No domingo, a reunião da cúpula vai tratar de temas como as transformações tecnológicas, a infraestrutura pública digital, reformas multilaterais e o futuro do trabalho e emprego. O último evento do encontro do G20 será a transferência da presidência do grupo para o Brasil. O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que lidera o G20 neste ano, vai transmitir o cargo para Lula.



O presidente do Brasil vai encerrar o evento apresentando os temas e as expectativas para o mandato do país à frente do grupo, em 2024. Em transmissão ao vivo nas redes sociais na terça-feira (5), Lula disse que assumir a presidência do G20 vai dar “uma visibilidade diferente” ao Brasil.


“Vamos presidir o G20 ano que vem. Em 2025, vamos presidir o Brics e vamos fazer a COP-30 [30ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas], em Belém. São três megaeventos que vão dar ao Brasil uma visibilidade diferente do que ele teve nos últimos anos. O Brasil volta a fazer com que o mundo nos respeite pela seriedade com que a gente trata as pessoas e a seriedade com que a gente trata a questão do clima”, comentou.



O Brasil vai assumir a presidência do G20 de 1º de dezembro de 2023 a 30 de novembro de 2024. No posto, o país vai ser responsável por organizar a próxima reunião dos membros, que deve ocorrer em novembro do ano que vem na cidade do Rio de Janeiro.




Reunião com príncipe que deu joias a Bolsonaro



Neste sábado, além da cúpula do G20, a expectativa é que Lula tenha reuniões bilaterais com alguns dos líderes mundiais que estarão presentes no evento. Estão previstos encontros do chefe do Executivo com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, e o príncipe herdeiro e primeiro-ministro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman.


Salman foi quem mandou presentear o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro com joias milionárias que não foram declaradas à Receita Federal. Eles se tornaram alvo de uma investigação.



Outro evento de Lula neste sábado vai ser a cerimônia de lançamento da Aliança Global de Biocombustíveis. O grupo será formado por Brasil, África do Sul, Argentina, Emirados Árabes Unidos, EUA, Índia, Itália e Maurício. Bangladesh, Canadá e Singapura serão observadores do grupo.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *