“Otimismo exagerado”, diz economista sobre nova projeção do PIB


Como você se sentiu com o conteúdo dessa matéria?

O economista Jason Vieira
O economista Jason Vieira| Foto: Reprodução redes sociais

O economista Jason Vieira classificou como “otimismo exagerado” a elevação na projeção do Produto Interno Bruto (PIB) pelo Ministério da Fazenda. A pasta comandada por Fernando Haddad aumentou a previsão de crescimento do PIB de 2,5% para 3,2%. A previsão supera, por exemplo, a projeção feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), que é de 3%.

“Conta-se com o Agro e obviamente o Agro é um dos drivers do crescimento brasileiro […] É o setor que melhor entrega neste momento, mas nós temos, por exemplo, uma projeção de crescimento da Indústria que não coaduna com os últimos indicadores que estamos observando, além de indicadores de Serviços, que na verdade é o maior peso no PIB. O crescimento deve ser mais robusto (este ano), há vários motivos para isso, mas nós ainda dependemos da questão chinesa, que ainda está indefinida no curto prazo”, disse o economista durante entrevista no Jornal da Manhã, da Jovem Pan, nesta terça-feira (19).

O boletim MacroFiscal divulgado na última segunda-feira (18) pela Secretaria de Política Econômica (SPE) repercute, principalmente, o resultado do PIB no 2º trimestre do ano, que cresceu 0,9% na margem e 3,4% na comparação com os 12 meses anteriores.

Os números positivos do Agro são empurrados pela safra recorde deste ano. Para se ter uma ideia, só a safra de milho colhida no Mato Grosso deve ser maior do que toda a produção do grão na Ucrânia.

Por outro lado, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Índice de Confiança do Empresário na Indústria (ICEI) recuou 1,3% entre agosto e setembro deste ano.



Source link