Países da América do Sul pedem a Guiana e Venezuela uma ‘solução pacífica’ sobre Essequibo – Notícias



Oito países da América do Sul pediram, nesta quinta-feira (7), a Guiana e Venezuela uma “solução pacífica” para o conflito territorial em Essequibo, após um aumento das tensões entre as nações vizinhas.


Em uma declaração conjunta, Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Colômbia, Equador e Peru manifestaram “sua profunda preocupação com a elevação das tensões” entre a Venezuela e a Guiana por essa região fronteiriça rica em petróleo.



Os países instaram as duas partes “ao diálogo e à busca de uma solução pacífica para a controvérsia, a fim de evitar ações e iniciativas que possam agravá-la”.


“A América Latina deve ser um território de paz”, segundo a nota, acordada à margem de uma cúpula do Mercosul no Rio de Janeiro.


Mais cedo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia sugerido aos seus pares do Mercosul  propor a mediação da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) na disputa.


Nesta semana, o Brasil decidiu reforçar sua presença militar na fronteira com a Venezuela e a Guiana.



Por sua vez, os Estados Unidos anunciaram, nesta quinta-feira, exercícios militares na Guiana.


As tensões entre Georgetown e Caracas já despertam a atenção internacional.


O Conselho de Segurança da ONU (CSNU) anunciou que vai debater o tema de maneira “urgente” na sexta-feira (8).




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *