Pan: Bia Ferreira aplica nocaute, garante bronze e vaga em Paris 2024


Bicampeã mundial nos 60 quilos, a baiana Beatriz Ferreira avançou à semifinal nos Jogos Pan-Americanos de Santiago (Chile) e, de quebra, carimbou o passaporte para a Olimpíada de Paris no ano que vem. A classificação, que garante por si só a medalha de bronze – veio após vitória de Bia por nocaute técnico sobre a costa-riquenha Pamela Valdívia no primeiro round. A brasileira volta ao ringue às 11h30 (horário de Brasília), desta quinta (26) e, se ganhar novamente, estará na grande final pelo topo do pódio. O Pan tem transmissão ao vivo no site do Canal Olímpico do Brasil.

“Vou ter que ser uma guerreira. As meninas também estão com vontade de ser campeã pan-americana, mas eu estou firme, preparada, e vou para cima para buscar esse. A competição ainda não terminou. Tirei um caminhão das costas [com a vaga olímpica], mas estou na briga para trazer essa medalha dourada”, disse a baiana, que conquistou o ouro na edição do Pan de 2019, em Lima (Peru), em depoimento ao Comitê Olímpico do Brasil. (COB).

Além de Bia, outros 10 boxeadores brasileiros já asseguram o bronze, após a classificação às semifinais. É o caso de Abner Teixeira (+92kg), Carol Almeida (50kg), Tatiana Chagas (54kg), Bárbara Santos (66kg), Viviane Pereira (75kg), Michael Douglas Andrade (51kg), Keno Marley (92kg), Luiz Oliveira (57kg) e Wanderley Pereira (80kg).  

Nesta tarde, a partir das 17h45, tem mais Brasil no ringue em lutas das quartas de final: Jucielen Romeu (57 kg) enfrenta a canadense Daisy Hoang, e Yuri Falcão (até 63.5 kg) encara Samuel Cabrales, de El Salvador.

O boxe é a modalidade individual que mais distribui vagas para os Jogos de Paris:  são ao todo 30. Juntando feminino e masculino, são 13 categorias em disputa em Santiago. Onze delas garante vagas aos finalistas, enquanto outras duas (até 57 kg e até 60 kg, ambas no feminino) classificam as quatro melhores atletas.





Source link