Paraná é promovido à nota máxima na escala nacional da agência Fitch


A nova escala evidencia o fato de o Paraná ter a classificação mais alta na escala nacional, ou seja, o menor risco de crédito dentre os emissores do Brasil

A agência de classificação de risco Fitch promoveu o Paraná à nota AAA (bra), a mais alta da escala nacional, na sua última revisão dos “ratings” de governos locais e regionais brasileiros. Além disso, a perspectiva da nota de crédito do Paraná foi mantida como “estável”, o que reflete uma posição financeira sólida e um ambiente propício para investimentos. A classificação AAA (bra) é uma espécie de selo de aprovação financeira voltado a orientação de investidores, instituições financeiras, organizações de fomento, entre outras. Significa que o Paraná é considerado muito seguro pela agência.

Em comunicado na última semana, a agência Fitch esclarece que a atual revisão – que também beneficiou o município de São Paulo, o município de Niterói, o estado de São Paulo, o estado de Alagoas e o estado do Rio de Janeiro – não se deve a uma mudança na situação financeira dos governos. Em vez disso, ela reflete um ajuste na forma como a Fitch atribui classificações a emissores de crédito subnacionais. No início do mês, a Fitch já havia elevado a nota de crédito do Paraná e de outros cinco governos estaduais e municipais, de BB- para BB. No entanto, aquela classificação era limitada pela nota soberana no Brasil, que também havia subido de BB- para BB. Pela metodologia da agência, nenhum emissor subnacional pode ser classificado acima do rating soberano do país. A nova escala evidencia o fato de o Paraná ter a classificação mais alta na escala nacional, ou seja, o menor risco de crédito dentre os emissores do Brasil.

“A redução do ICMS sobre energia e combustíveis, provocada pelas leis complementares 192 e 194 em âmbito nacional, gerou frustração de arrecadação nos estados desde meados do ano passado. A isso associou-se um aumento nas despesas correntes. Mas temos uma situação de caixa expressiva, que nos permite passar por momentos de intempéries. Nosso equilíbrio nos leva a crer que passáramos os próximos anos em uma situação confortável”, afirma a Fitch. O chamado rating das agências de classificação de risco é uma avaliação de crédito atribuída a uma entidade, seja ela um governo, empresa ou instrumento financeiro. A avaliação serve para medir a capacidade de pagar pelas dívidas contratadas, de acordo com os termos estabelecidos.

Os ratings são amplamente utilizados por investidores, instituições financeiras, governos e empresas para avaliar o risco de crédito antes de investir ou fazer negócios. Ratings mais altos indicam maior qualidade de crédito e menor risco, enquanto ratings mais baixos indicam maior risco de inadimplência. A Fitch é uma das três maiores agências de classificação de risco globais, ao lado da Moody’s e da Standard & Poor’s. A Moody’s, agência que também classifica emissores subnacionais (ou “subsoberanos”), já havia conferido ao Paraná nota AAA.br, a mais alta da escala de ratings domésticos, com perspectiva estável, em seu relatório mais recente, de setembro de 2022.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *