Partido de Javier Milei salta de 3 para 38 representantes na Câmara dos Deputados argentina – Notícias



O partido A Libertad Avanza, do candidato ultraliberal Javier Milei, deve sair das eleições realizadas neste domingo (22) com uma bancada de 38 deputados e 9 senadores, de acordo com projeções do jornal argentino Clarín. O partido elegeu 35 deputados e já tinha 3 representantes, com mandatos que vão até 2027.


Com isso, o partido, fundado em 2021, foi o que mais cresceu no Legislativo e deve se tornar o terceiro maior no Congresso argentino, que toma posse já no dia 10 de dezembro.



O União pela Pátria, do candidato Sergio Massa, perdeu dez assentos, mas continuará sendo a maior bancada da Câmara dos Deputados, com 108 das 257 cadeiras. Já a coalizão de centro-direita Juntos pela Mudança, da candidata Patricia Bullrich, também perdeu 24 cadeiras — mas também se manterá como segunda maior bancada do Congresso argentino.




Senado



No Senado, foram renovadas 24 cadeiras das 72 disponíveis, correspondentes às províncias de Buenos Aires, Formosa, Jujuy, La Rioja, Misiones, San Juan, San Luis e Santa Cruz.


O União pela Pátria obteve 12 cadeiras, e agora tem 34, enquanto o Juntos pela Mudança perdeu 9 assentos e ficará com 24 vagas, mantendo a posição de primeira minoria. O A Liberdade Avança, por sua vez, conseguiu 8 cadeiras, fazendo pela primeira vez parte do Senado do país vizinho.



O segundo turno das eleições presidenciais argentinas será disputado pelos candidatos Sérgio Massa, do União pela Pátria, e o ultraliberal Javier Millei, que ficaram, respectivamente, com 36,68% e 29,98% dos votos totais depositados nas urnas no domingo.


Bunker, kibutz e Hezbollah: entenda os termos usados na guerra entre Israel e Hamas




Source link