PL corta salários de Braga Netto e Marcelo Câmara, investigados pela Polícia Federal – Notícias

[ad_1]


O PL cortou os salários pagos pelo partido ao general Braga Netto e ao coronel Marcelo Câmara. Os dois militares não estão prestando serviços à legenda porque estão impedidos de se comunicar com o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto. Os três foram alvos de operação da Polícia Federal que investiga se houve uma tentativa de golpe de estado. Braga Netto recebia cerca de R$ 30 mil; já os vencimentos de Marcelo Câmara eram de R$ 20 mil.

[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *