Polícia da Bulgária encontra 18 pessoas mortas em caminhão – Notícias

[ad_1]




Dezoito migrantes foram encontrados mortos nesta sexta-feira (17), em um caminhão a cerca de 20 km de Sofia, capital da Bulgária, um país dos Bálcãs que enfrentou, nos últimos meses, um fluxo sem precedentes de pessoas desde a crise migratória de 2015.


“Segundo os primeiros indícios, o veículo transportava ilegalmente cerca de 40 migrantes escondidos debaixo madeiras”, anunciou o Ministério do Interior.


A causa das mortes ainda é desconhecida, mas a pista de um acidente rodoviário foi descartada.


Segundo a rádio pública BNR, tratam-se de afegãos, todos homens jovens.


Os moradores do local alertaram a polícia sobre a presença de um caminhão abandonado perto do povoado de Lokorsko, nos arredores da capital.





De acordo com o ministério, a polícia está em busca dos traficantes fugitivos.


Entre os sobreviventes, 14 foram levados para o hospital, e oito deles se encontram em estado grave, segundo o ministro da Saúde, Assen Medjidiev. Outras dez pessoas, que se esconderam na mata, foram encontradas.


Porta de entrada para a União Europeia, a Bulgária registrou, no ano passado, um aumento de migração clandestina, apesar da instalação de cercas de arame farpado ao longo de mais de 230 km na fronteira com a Turquia.


Três policiais morreram em 2022, depois que seu carro colidiu com veículos que transportavam migrantes.



[ad_2]

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *