Primeira infância: saiba quais vacinas devem ser aplicadas nos primeiros cinco anos de vida – Notícias





Uma das primeiras preocupações quando as pessoas se tornam responsáveis por uma nova vida é a saúde de tais crianças. Diante disso, um dos principais cuidados que devem ser realizados para protegê-las das doenças, é a vacinação infantil, seguindo o calendário do PNI (Programa Nacional de Imunizações).


• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo Telegram


Os imunizantes são divididos conforme a faixa etária devido os testes realizados com cada um deles, atestando sua eficácia, explica o pediatra Nelson Ejzenbaum, membro da Academia Americana de Pediatria.





“Para todo calendário de vacinação, a inclusão de vacinas dependerá do risco ao qual aquela população está vivendo, além de levar em consideração a idade de licenciamento. Você tem uma quantidade [de vacinas] muito grande no calendário das crianças exatamente por elas serem mais suscetíveis e, eventualmente, sendo vacinadas na infância, elas ficam protegidas para o resto da vida”, afirma a pediatra Flávia Bravo, diretora da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações). 



Vacinação



De acordo com o calendário do PNI, as vacinas que devem ser aplicadas entre o nascimento da criança e os cinco anos de idade são:





E a vacina para Covid? Flávia esclarece que o imunizante é indicado a partir dos seis meses de idade. Ejzenbaum complementa que a vacina é a mesma utilizada para o restante da população, apenas com a dosagem reduzida.


Os especialistas alegam que as doses de reforço existem porque, com o tempo, ocorre uma queda na proteção oferecida pelo imunizante. 


Flávia pontua que, em raras exceções, vacinas que estão atrasadas podem e devem ser aplicadas. “Quando você atrasa, você está adiando a proteção. Se a vacina é recomendada em determinada idade, é porque a suscetibilidade é maior naquele período.”





Source link