Queiroga diz que 69 milhões de brasileiros não tomaram 1ª dose de reforço contra a Covid-19 – Notícias



Em meio à alta de casos, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou neste sábado (12) que mais de 69 milhões de brasileiros não tomaram a primeira dose de reforço contra a Covid-19 e pediu para aos cidadãos que se vacinem.


Diversos hospitais privados têm registrado aumento exponencial no número de internados por Covid-19. Em alguns casos, o total de pacientes hospitalizados dobra a cada duas semanas, com aumento porcentual de mais de 100% no período.


Queiroga confirmou que o número de casos no país demonstra alta e destacou que a pasta segue vigilante. “Quero lembrar também que mais de 69 milhões de brasileiros não tomaram a primeira dose de reforço contra a Covid-19. Já 32,8 milhões de pessoas poderiam ter recebido a segunda dose de reforço, mas ainda não se vacinaram”, disse.



“Sabemos que as vacinas foram fundamentais para controlar a emergência de saúde provocada pela Covid-19. Por isso, peço que busquem as salas de vacinação. O ministério também disponibiliza os novos antivirais que têm sido importantes para tratar um grupo específico de pacientes”, completou.



Alguns dos principais hospitais privados da cidade de São Paulo registraram na última semana um aumento exponencial no número de internados por Covid-19, segundo levantamento feito pela reportagem. Em alguns casos, o total de pacientes hospitalizados dobra a cada duas semanas, com aumento porcentual de mais de 100% no período.


No Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, por exemplo, o número de pacientes internados com a doença passou de 18, no dia 31 de outubro, para 51, na sexta-feira (11), alta equivalente a 183%. Desse total, oito estavam hospitalizados no Departamento de Pacientes Graves, que reúne leitos de terapia intensiva e semi-intensiva.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *