Secretário-geral da ONU diz que não tentou justificar atos do grupo terrorista Hamas contra Israel – Notícias









O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), António Guterres, prestou um esclarecimento sobre sua fala no Conselho de Segurança desta terça-feira (24).


Ele disse que não tentou justificar os atos do Hamas contra Israel ao falar que a ofensiva do grupo terrorista “não aconteceu em um vácuo [ao acaso]”.


“Estou chocado com as distorções de algumas das minhas declarações no Conselho de Segurança ontem, como se eu estivesse justificando atos de terror pelo Hamas. Isso é falso. Foi o oposto”, afirmou.









Ele destacou os trechos em que condenou a ação do Hamas contra Israel e ressaltou que “as queixas do povo palestino não podem justificar os ataques terríveis”.


Guterres encerrou sua declaração dizendo que era necessário prestar esclarecimentos “em respeito às vítimas e às suas famílias”.









A interpretação de que a fala desta terça foi uma tentativa de culpar Israel pelo ataque terrorista fez o embaixador israelense na ONU, Gilad Erdan, pedir a Guterres que deixasse o cargo.


O atrito diplomático levou o ministro das Relações Exteriores de Israel, Eli Cohen, a cancelar uma reunião que teria com o secretário-geral.


Defensora de animais encara terror e ameaça do Hamas para resgatar pets que ficaram órfãos em ataque










Source link