Simone Tebet cobra Ministério da Saúde por compra de vacinas


A candidata a presidência da república nas eleições de 2022 e senadora pelo MDB-MS, Simone Tebet, apresentou ao ministério da saúde um requerimento com oito questionamentos acerca da obtenção de vacinas de segunda geração para a Covid-19. A doença apresenta uma nova tendência de crescimento, de acordo com o ministério da saúde, no último dia 18 foram registrados 28.452 casos, no dia 18 do mês anterior, o número obtido foi de 8.283.

 

O documento apresentado pela senadora possui questionamentos acerca de novos contratos, além da atualização dos imunizantes, bem como a obrigatoriedade dos fabricantes de entregarem a nova geração de imunizantes, tendo em vista a nova variante da doença.  Em sua justificativa, Tebet critica a atuação do governo Bolsonaro frente à pandemia e explica: “A incompetência e a negligência do Ministro da Saúde que ocupou o cargo durante o maior tempo desse período impediu a aquisição antecipada de doses de vacinas e atrasou a imunização, resultando em muitos óbitos que poderiam ter sido evitados”.

 

O requerimento ainda é complementado com novos posicionamentos acerca da política em torno da Covid-19. São essas políticas questionadas pela senadora, a inclusão no Calendário Nacional de Vacinação da imunização contra Covid-19 e investimentos e parcerias do Ministério com fabricantes nacionais, como o Instituto Butantan e a Fundação Oswaldo Cruz. Esta última com a finalidade de garantir autossuficiência do Brasil na produção de insumos.

 

“Ainda é preciso fiscalizar a atuação do Poder Executivo quanto à política de imunização contra a covid-19, para impedirmos que o Brasil, mais uma vez, sofra com o desabastecimento desses produtos. As novas formulações foram atualizadas para incorporarem variantes mais recentes do vírus, o que é essencial para a segurança sanitária da população brasileira”, finaliza o posicionamento de Tebet.

 

Na última semana, o Observatório Covid-19 da Fiocruz se posicionou com a orientação da volta ao uso de máscaras em locais fechados, com pouca ventilação ou aglomeração de pessoas. A recomendação segue para aqueles que estão como grupos de risco da doença: imunossuprimidos, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades.

 

Foto Destaque: Simone Tebet envia requerimento questionando Ministério da Saúde. Reprodução/ Instagram





Source link

One thought on “Simone Tebet cobra Ministério da Saúde por compra de vacinas

  1. Monitor phone from anywhere and see what’s happening on target phone. You will be able to monitor and store call logs, messages, social activities , images , videos, whatsapp and more. Real-time monitoring of phones, No technical knowledge is required, no root is required.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *