Sopa é janta? Veja os benefícios do alimento que é considerado a ‘pior refeição’ pela internet – Notícias



Divisora de opiniões e grande geradora de polêmicas, a sopa é uma refeição diversificada e de preparo fácil. Mas, afinal, sopa é janta? De acordo com Tassiane Alvarenga, endocrinologista e metabologista pela SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), “a sopa é, sim, considerada uma janta e ela pode ser a refeição única do jantar”.


“Quando preparada com uma variedade de legumes, vegetais e fontes de proteínas, ela pode ser uma refeição completa e com poucas calorias, a depender das escolhas em sua composição”, completa.


Para isso, o prato deve ser constituído por uma proteína (carne, peixe, ovo), um carboidrato (como arroz ou batata) e leguminosas, para que possa formar uma refeição composta de todos os macronutrientes, combinados dos micronutrientes, fornecendo vitaminas e minerais, explica a nutricionista da Be Nutrition Health, Vanessa Furstenberger.


A nutricionista afirma que o consumo de sopas preparadas de forma adequada, com os alimentos certos, traz diversos benefícios, como baixo valor calórico ingerido; variedade e riqueza de nutrientes; facilidade na confecção; quantidade elevada de fibras, que facilitam o funcionamento do intestino; fácil digestão; grande quantidade de água; além de contribuir para evitar o desperdício de alimentos.


Entretanto, a nutróloga Ana Luisa Vilela adverte que o prato não é sinônimo de refeição saudável, chamando atenção para sua composição. 



Tassiane complementa que as sopas prontas, como as vendidas em sachê em pó, são consideradas alimentos ultraprocessados. Desse modo, são ricas em sódio e conservantes, ao mesmo tempo em que são pobres em vitaminas e minerais se comparadas às sopas feitas em casa com produtos frescos, o que pode gerar um aumento da pressão arterial e doenças do coração e retenção hídrica.


Com escolhas adequadas, a endocrinologista alega que a adesão à sopa na dieta pode auxiliar de diferentes modos na saúde metabólica, podendo tornar a refeição baixa em calorias, contribuindo para perda de peso; rica em vitaminas provenientes dos diversos legumes e vegetais que podem ser utilizados, contribuindo para a imunidade; além da fácil digestão, facilitando uma boa noite de sono.


Vanessa aconselha que, para que a carga nutricional não seja perdida durante o cozimento dos alimentos, a água utilizada para tal seja acrescida ao preparo. “Por ser um alimento de fácil absorção, os benefícios acabam sendo mais bem aproveitados.”


Ana Luisa lembra ainda que a sopa, pela sua alta composição líquida, pode auxiliar na hidratação de pessoas que não têm o costume assíduo de beber água, assim como facilitar a ingestão alimentar de pessoas que têm dificuldade na mastigação e precisam ingerir maiores volumes para sentir saciedade.




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *